Divinas Divas

Eight iconic performers of the first generation of Brazilian transvestite artists go on stage to celebrate their 50th career jubilee. The film depicts the human, personal dimension behind these icons, deconstructing gender stereotypes.

Letterboxd

Add a review

GoWatchIt

See more films

Reviews

  • ★★★★★ review by Diego Olivares on Letterboxd

    Com a intimidade de quem teve a primeira infância nos corredores e coxias do Teatro Rival, Leandra Leal estreia em documentários com um retrato íntimo e afetuoso. As oito protagonistas dividem espaço na tela e relembram suas trajetórias, amores e a luta contra o preconceito - algo que, por íncrivel que pareça, pouco avançou nestas últimas décadas. Uma delas lembra sabiamente que antes as travestis tinham seu espaço na tv e nos espetáculos, hoje nem isso.

    Sem se acomodar com a fórmula de depoimentos para câmera, Divinas Divas traz imagens poéticas dos bastidores e performances. As cenas à meia-luz, nas penumbras, que explodem em cores e música no palco representam com precisão o que é ser uma das divas.

  • ★★★★½ review by vinicius on Letterboxd

    Divinas Divas é um documentário incrível. Leandra desenhou a história que já estava em suas lembranças de uma forma primordial. Aqui, a gente se encontra, não apenas com essas figuras exuberantes que são nossas Divas, mas também com um pouco de suas histórias, com suas mais cruas facetas para o que viria a se tornar um grande espetáculo de mulheres fortes e que apesar da censura da ditadura e das demais barreiras, venceram. Eu sou admirador dessas divinas e principalmente da estreante diretora por trás dessa história.

    "Amor é quando você tá tendo um orgasmo, sentindo aquela dor no coração, achando que vai morrer, beijando na boca, chorando. Tudo ao mesmo tempo. Isso é o amor."

  • ★★★★★ review by Jaison on Letterboxd

    Leandra Leal é a atriz global mais doce em atuação. O talento dela por trás das câmeras, porém, parece tão grande quanto à frente delas. É o que percebemos ao assistir esse corajoso e apaixonante documentário, que conta um revival de oito transformistas que foram pioneiras no palco do teatro rival na década de 60. As ilustres protagonistas, todas sessentonas, exalam carisma e brilho com suas diferentes personalidades e muitos talentos. Os ensaios, em que os conflitos entre elas assomam, são divertidissimos, assim como as tiradas solo de personagens clássicos como Rogéria e Marquesa (que começa e encerra, com maestria, o filme). Talvez a intimidade da diretora com o grupo ajude a obter diálogos e confissões tão autênticas. Uma ode a libertação sexual e ao talento artístico que o mundo atual, com a onda conservadora, precisa assistir. Torna-se complementar, embora com um trabalho de pesquisa de footage de maior alcance, a "São Paulo em Hi-fi", embora aquele se baseie não nas divas, mas nos travestis anônimos.

  • ★★★★★ review by Vinicius Ribeiro on Letterboxd

    Histórias lindas de um passado incrível, que precisavam de alguém pra tirar a poeira e nos mostrar a cultura de um brasil escondido.

  • ★★★★★ review by camilaez on Letterboxd

    ri e chorei real

  • See all reviews

Tweets