Divinas Divas

Eight iconic performers of the first generation of Brazilian transvestite artists go on stage to celebrate their 50th career jubilee. The film depicts the human, personal dimension behind these icons, deconstructing gender stereotypes.

Letterboxd

Add a review

GoWatchIt

See more films

Reviews

  • ★★★★★ review by Diego Olivares on Letterboxd

    Com a intimidade de quem teve a primeira infância nos corredores e coxias do Teatro Rival, Leandra Leal estreia em documentários com um retrato íntimo e afetuoso. As oito protagonistas dividem espaço na tela e relembram suas trajetórias, amores e a luta contra o preconceito - algo que, por íncrivel que pareça, pouco avançou nestas últimas décadas. Uma delas lembra sabiamente que antes as travestis tinham seu espaço na tv e nos espetáculos, hoje nem isso.

    Sem se acomodar com a fórmula de depoimentos para câmera, Divinas Divas traz imagens poéticas dos bastidores e performances. As cenas à meia-luz, nas penumbras, que explodem em cores e música no palco representam com precisão o que é ser uma das divas.

  • ★★★★ review by Emily on Letterboxd

    A beautiful exploration of aging, performing, and being an outsider.

  • ★★★★½ review by Vinni on Letterboxd

    Travestis amam. (E também, muito importante, podem ser amadas.)

    Travestis vivem.

    Travestis resistem.

    Um belo e importante documentário, dando microfone, palco e holofote para as verdadeiras divas.

  • ★★★★ review by Bruno Rabello on Letterboxd

    Importante documentário que trata com carinho e sensibilidade das artistas travestis/transformistas que se reúnem para um show comemorativo de 50 anos de carreira.

  • ★★★★½ review by vinicius on Letterboxd

    Divinas Divas é um documentário incrível. Leandra desenhou a história que já estava em suas lembranças de uma forma primordial. Aqui, a gente se encontra, não apenas com essas figuras exuberantes que são nossas Divas, mas também com um pouco de suas histórias, com suas mais cruas facetas para o que viria a se tornar um grande espetáculo de mulheres fortes e que apesar da censura da ditadura e das demais barreiras, venceram. Eu sou admirador dessas divinas e principalmente da estreante diretora por trás dessa história.

    "Amor é quando você tá tendo um orgasmo, sentindo aquela dor no coração, achando que vai morrer, beijando na boca, chorando. Tudo ao mesmo tempo. Isso é o amor."

  • See all reviews

Tweets